Vereadores pedem ampliação do pagamento do Vale Merenda Escolar

por Imprensa publicado 09/09/2021 15h15, última modificação 14/09/2021 15h14
Parcelas em outubro e novembro
Vereadores pedem ampliação do pagamento do Vale Merenda Escolar

Vereadores entregaram Indicação ao secretário de Governo Celso Donato

Os vereadores Flávio Togni de Lima e Silva (PSDB), líder do governo municipal na Câmara, e Wellington Paulista (DEM), vice-líder, entregaram ao secretário de Governo Celso Donato, na manhã desta quinta-feira (09), uma Indicação solicitando a ampliação do pagamento do Vale Merenda Escolar, com mais duas parcelas referentes aos meses de outubro e novembro. Na oportunidade, eles ressaltaram que o pedido é também dos outros 10 vereadores que compõem a base do prefeito no Legislativo: Marcelo Heitor (PSC), Douglas Dofu (DEM), Claudiney Marques (PSDB), Wilson Rodrigues (DEM), Ricardo Sabino (PSDB), Roberto Santos (Republicanos), Luzia Martins (PDT), Regina Cioffi (PP), Kleber Silva (Novo) e Sílvio Assis (MDB).

O Vale Merenda Escolar é uma medida integrante do Programa Recupera Poços, iniciativa que uniu Câmara e Prefeitura em busca de soluções para a crise gerada pela pandemia. Os cartões já foram entregues às famílias dos 17.240 estudantes da rede municipal de ensino, com crédito total referente aos meses de agosto e setembro, somando a quantia de R$ 140. Atentos às demandas da população, os legisladores pedem a ampliação do Vale Merenda para mais dois meses, amenizando os problemas financeiros devido à COVID-19.

O cartão pode ser utilizado para a aquisição de gêneros alimentícios nos estabelecimentos que aceitam o cartão Alelo. Na Indicação, Flavinho e Paulista destacam que a medida trouxe inúmeros benefícios às famílias. “Visitando as escolas e conversando com as pessoas, foi possível constatar as melhorias que a iniciativa trouxe. No entanto, permanecemos em um quadro de pandemia, com aulas no sistema híbrido e uma situação ainda distante da normalidade. Repassar mais duas parcelas do Vale Merenda tem o intuito de proporcionar segurança alimentar aos estudantes. Além disso, são mais recursos injetados na economia local”, afirmam os vereadores.

A Indicação n. 1.381, que trata do tema, está disponível para consulta no Portal da Câmara, em Proposições.

 

registrado em: